ECOOA – CURSOS ONLINE JÁ É REALIDADE

ECOOAECOOA Cursos, tudo online e agora já uma realidade para quem trabalha com cultura, terceiro setor, turismo, marketing, educação, artes e outras áreas afins.

A ideia da Escola Cooperativa das Artes surgiu há muito tempo, em 2010. Antes da ideia se transformar em uma escola online ela era um projeto que idealizei dentro de cooperativa para ocupar um espaço físico que na época estava ocioso. A proposta era juntar a expertise de variados profissionais que iriam ministrar cursos no espaço. Além da ocupação, gerar conhecimento diverso em varias atividades das artes humanas. Minha ideia funcionou por pouco tempo mas como toda ideia ela sofreu suas dificuldades e foi posta de lado por algum tempo. Continuar lendo

CRESCIMENTO DAS FEIRAS DE NEGÓCIOS

feira_negociosO Mercado de Feiras de negócios movimenta bilhões em todo o mundo. O crescimento anual deste seguimento é aproximadamente 20% ao ano. Mais e mais empresas utilizam esta forma de evento para divulgar sua empresa e gerar negócios. Estamos em uma época em que o profissionalismo e o resultado financeiro são mais do que obrigatórios. Um momento em que atrair público é ainda mais difícil pois a internet superlota com possibilidades e convites. Continuar lendo

CONHECIMENTO NÃO OCUPA ESPAÇO

CONHECIMENTOCONHECIMENTO não ocupa espaço, sempre ouvi isso na minha vida e a cada dia vejo que é muito mais do que a pura verdade, é também o melhor caminho para se alcançar o sucesso, seja qual for o sucesso que você espera dessa vida.

Sim… Seja qual for o sucesso, pois o que é “sucesso” pra mim não é a mesma coisa que “sucesso” pra você, nós é que vamos definir o que vai nos completar e satisfazer. Dale Carnegie dizia “Você nunca alcança o sucesso verdadeiro a menos que você goste do que está fazendo”. Então, o sucesso é muito mais do que ter, é principalmente ser.

Nossa… Isso é tão óbvio não é? Mas garanto que muitas pessoas ainda não entenderam essa lógica simples.

Bem, e se o sucesso é alcançado com o conhecimento, como podemos melhorar essa nossa atuação? Estando atentos ao mundo para aprender, aprender e aprender.

Quanto mais recheamos nosso cérebro de informação mais ele expande e mais possibilidade de gerar respostas rápidas e eficazes ele fica.

Segundo pesquisas sobre neurociência Cognitiva o cérebro aprende com a freqüência, todos os dias, aprender um pouco seja do que for. Quanto mais se lê melhor se lê, se escreve e se aprende. A intensidade é importante, o conhecimento aliado ao relacionamento com a realidade e conectado com outros assuntos, além é claro da influência das artes para melhorar o impacto do assunto, mais ele será absorvido. E principalmente, o cérebro aprende mais quando estiver atento e motivado.

Gosto de trabalhar com o tema INTELIGÊNCIA porque nós somos inteligentes, temos níveis de inteligência.

Os graus de inteligência são medidos pelo QI (quociente de inteligência). Abaixo do nível normal estão os “débeis mentais” entre 90 e 70 de QI, os “imbecis” entre 70 e 50 de QI, os “idiotas” entre 50 a 25 e os que têm alta debilidade mental que é abaixo dos 25 de QI. Os Gênios têm a partir de 140 de QI. Os que têm inteligência superior vão variar entre 120 a 140, os normais entre 90 e 110.

Mas podemos aumentar o nosso QI?? Sim, podemos e já foi provado que a música é um dos principais estímulos para esse feito. Mas, também se não usamos o nosso cérebro e ele tá zerado, também podemos diminuir o QI.

E é por isso que “conhecimento não ocupa espaço”, aliás, amplia o espaço. E se você quiser aumentar o seu QI aí vão algumas dicas:

– Viva com música – a música pode ser do seu estilo ou dos mais variados para variados momentos. Mas os sons variados e misturados fazem seu cérebro pensar e expandir. Mas se quer resultados excepcionais, Mozart é a dica, com sua construção harmônica complexa estimula ainda mais o cérebro. Dizem que o bebê, ainda na barriga da mãe, influenciados pela música de Mozart, tem desenvolvimento cognitivo acima da média.

– Tome café – isso mesmo, o café “A cafeína bloqueia os receptores de adenosina, neurotransmissor que causa a sonolência.” E claro assim você fica mais esperto para aprender. Mas não abuse de mais do que 4 ou 5 xícaras por dia porque senão ficará com um alto QI junto a um alto índice de gastrite.

– Faça coisas diferentes do que acostumou – já está mais do que provado que mudar um caminho, um estilo de roupa, um tipo de livro, um curso completamente diferente do que você trabalha e por aí vai, pode ajudar a gerar novas percepções e assim melhorar os pontinhos no QI.

– Estude, estude e estude –  Faça cursos, inclusive os online, leia matérias sobre o seu ramo de negócio, faça uma pós graduação, faça um curso livre. Compre “E LEIA” revistas do seguimento que lhe interessa, leia livros, pesquise coisas novas na internet. Enfim, vá colocando na “cachola” todo tipo de informação que achar interessante e importante para seu crescimento profissional.

– Estude outras línguas – o exercício de aprender outro idioma soma mais pontinhos para seu cérebro.

– Tenha o ócio criativo – às vezes deixar o cérebro e o corpo em “ponto morto”, sem muito esforço faz com que você tenha insights que na correria do dia a dia não conseguiria.

– Mente sã em corpo são – exercícios e cuidados com a saúde fazem seu cérebro gastar menos energia em ficar te alertando dos perigos que seu corpo corre.

– Joque – jogos de carta, no computador, de tabuleiro etc. Jogos são ferramentas maravilhosas para o desenvolvimento do raciocínio lógico e estratégico.

Enfim, entenda que o cérebro não é estático. O QI não é eterno nem pra mais e nem pra menos. Se exercitar, melhora. Se não usar, regride. Isso serve para bebês, crianças, adolescentes, jovens, maduros e terceira idade. Conhecimento não tem idade, não tem hora e principalmente, não ocupa espaço.

Eu estou a disposição pra gente conversar e trocar Ideias.  Gostou? Curta, Comente, envie SEUS COMENTÁRIOS e dicas. Mas principalmente compartilhe, CONHECIMENTO TEM QUE CIRCULAR. 😉